[Resenha] Mônica e o Fantasma – Marie Louise Fischer

 

 

CAM01278

Título: Mônica e o Fantasma

Ano: 1981

Páginas: 128

Autora: Marie Louise Fischer

Ilustrador: Rui de Oliveira

Editora: Melhoramentos

Olá gente, como vocês estão?

Então, hoje vocês terão um pouco de surpresa em relação do livro que li em apenas um dia, e resolvi fazer a resenha, que é maravilhoso. Encontrei ele perdido no canto de um sebo, e acreditem estava por R$ 2,00, isso mesmo, esse valor absurdo de tão barato. Então vou contar a pequena história porque resolvi comprá-lo sem conhecer a editora e nem o livro em si.

Quando o peguei fiquei surpreendida porque estava novinho em folha, só estava com as folhas amarelas por estar guardado, não tinha nenhuma marca de caneta, nem rasgos. A primeira coisa que realmente me chamou a atenção foi a capa, achei magnífica, toda aquele desenho, bem realista, examinei bem e lá no fundo vi uma casa (até que parece ser uma casa ou um castelo). Até nessa parte o livro estava me conquistando, então resolvi ler a sinopse, vocês sabem quando encontram aqueles livros que não liam a anos? Que seu coração quer sair da boca? Foi essa reação que eu tive no momento e separei na minha pilha enorme de livros que iria comprar.

Enfim, vamos para a história? E cuidem para não se perderem nessa vontade louca de ler!

O livro Mônica e o Fantasma se encaixariam como se fossem aqueles contos antigos que nossos avós contavam para nós, ou naquelas rodas de amigos que falavam para nos assustar.

“- Moni, agora pense bem! Se uma oferta tão atraente não vende na mesma hora, então algo não funciona. Qualquer um pode perceber isso. ”

Pág. 16

Mônica sempre fora uma menina muito obediente aos pais, estudiosa e muito alegre com a vida simples que tinha com seus pais e seus irmãos. Era nova, com apenas nove anos já sabia o que queria e o que não gostava, e além do mais não deixava as coisas passarem despercebidas sempre criticando, duvidando e expondo suas opiniões mesmo sem ninguém pedir. Mônica e sua irmã Liane sempre causavam enormes intrigas na hora do jantar, ou dos jogos de cartas, pois cada uma gostaria de ter seu próprio quarto, para levar suas amigas para posar e fazer suas festinhas. Mas, a família era humilde, não tinham dinheiro suficiente para alugar uma casa maior onde cada um podia ter seu espaço.

“- Mas é! – Mônica defendeu seu ponto de vista. – Vejo só, quando se leva um mau sinal, a sério…gato preto cruzando o caminho ou coisa parecida…fica-se inseguro, com medo, cometem-se erros e, pronto!, alguma coisa acontece. Por isso, maus presságios são bobagens. Um bom sinal dá coragem e bom-humor, nunca prejudica nada; assim, é razoável acreditar nisso. ”

Pág. 23

Até que um dia, Mônica estava olhando o jornal e procurando anúncios de casas que fossem baratas e que dessem para ser pagas mensalmente, que seria alugada. Então, houve uma grande surpresa quando encontrou um lugar que no jornal estava escrito “Aluguel razoável”. Mas, seu pai havia dito que por ser uma casa do campo com oito cômodos, ter um lago e um estábulo esse preço razoável seria alto demais para conseguir pagar. Mas, como Mônica sempre foi teimosa, insistiu até que seu pai ligasse para o corretor de imóveis e pedisse o preço e verifica-se se a proposta era verdadeira.

A proposta era real, mas o corretor levou-os então para conhecer a casa, todos tinham gostado e queriam logo assinar os papéis, menos o Sr. Schmidt, seu pai, achava realmente muito estranho um valor tão barato por uma mansão daquelas e com a localização que tinha, sendo acessível para que todos pudessem se locomover corretamente. Após a visita, o corretor comentou que tinha algo muito importante para revelar. No começo já imaginam que deveria haver algo de errado para que o preço fosse assim, mas continuaram igual com esperança que tudo desse certo no final.

“No meio da noite um estalido surdo despertou todos na casa. Mônica acordou sobressaltada, sem saber o que havia acontecido. O luar entrava em seu quarto aconchegante. Acendeu a lanterna em sua mesinha de cabeceira. Cada coisa estava em seu lugar. ”

Pág. 66

Então, veio a tal notícia, a casa era mal-assombrada. Todos ficaram com cara de deboche, pois fantasmas não existiam e não existem. A casa recebia esse boato a anos por ter tido vários donos que haviam se mudado logo, alguns completaram apenas anos e foram embora para outros lugares, bem longe daquele local. E então, surge o mistério se a casa é realmente assombrada ou não. O livro é completamente detalhado, contando todas as informações que o leitor por ter durante a leitura.

“Mônica largou os lençóis e acendeu a lâmpada da mesa de cabeceira. O quarto estava vazio, como já esperava. A coberta estava no chão, aos pés da cama, para onde ela não poderia ter escorregado sozinha. ”

Pág. 104

É um livro ótimo para qualquer idade, a escrita é muito compreensível e fácil. Consegui ler ele em uma tarde e pretendo ler milhares de vezes ainda, tenho certeza que vocês vão adorar e viciar! E uma coisa que me deixou apaixonada, ele é todo desenhado detalhadamente, como se o desenho tivesse sido feito à mão, e lembrando tudo o que imaginamos o desenho faz igual! Não tem lado negativo desse livro em nenhum aspecto, me deixou fascinada pela leitura.

Sobre a autora:

Marie Louis Fischer nasceu em 28 de outubro de 1922, publicou mais de cem títulos de livros, principalmente no gênero de romance. Alguns de seus livros foram feitos filmes, que trouxe grande lucro e reconhecimento para a escritora. Com 80 anos decidiu largar sua carreira de escritora e parou de escrever. Então, em 2005 com 82 anos faleceu.

 

Ao abrir o livro, você encontra esse desenho lindo que parece ter sido feito a mão.

Ao abrir o livro, você encontra esse desenho lindo que parece ter sido feito a mão.

 

É o primeiro capítulo, olha que lindo!

É o primeiro capítulo, olha que lindo!

Essa foto é atrás do livro, muito linda também e fofa!

Essa foto é atrás do livro, muito linda também e fofa!

Espero que tenham gostado da resenha gente! Se gostarem comentem, compartilhem e podem me indicar qualquer livro, que eu faço a resenha.

Comentários

comentários

Nas categorias: Livros

Tags: , , , ,

4 comentários

Morgana Brunner

Oii, também adoro, é um vício que vou te contar!!
É um amor essa história, e as ilustrações são maravilhosas mesmo :)
Obrigada flor <3
Beijinhos *-*

Reply
jana

Gente que preço absurdamente barato kkkk, eu adorei a resenha, e fiquei super curiosa para ler, eu amo livros que tem ilustrações, e o jeito que você escreveu me deu mais vontades de ler. Vou ate no sebo perguntar se ele tem esse ou com o nome da mesma autora. Beijos Morgs.

Reply
Morgana Brunner

Ah que bom tu gostou <3
Sou viciada e louca por esses livros baratinhos!! Leia mesmo, quero ver se leio outros livros da mesma autora *-*
Beijos flor!

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado