Já se passaram algumas semanas…

Dá o play enquanto lê: Mexeu Comigo - Tiê

Dá o play enquanto lê: Mexeu Comigo – Tiê

Já se passaram algumas semanas…

Semanas que me torturaram, não lembro quantas vezes eu engoli o choro e tentei sorrir.

Muitas pessoas perguntaram de ti, eu com toda educação e admiração por ti disse que estava bem e trabalhando muito. Alguns amigos perguntaram se estávamos bem, eu disse que me sentia a pessoa mais feliz contigo e estava tudo bem.

Tomei incontáveis litros de café nessas semanas. Me senti injustiçada inúmeras vezes. E as vezes que eu chorei por culpa também não consigo contar.

Nós começamos da melhor forma possível.
Lembra quando passávamos as madrugadas rindo de quantas vezes a gente já esteve lado a lado e nunca nos encontramos?!

Talvez esse fosse um sinal do destino mostrando que nunca ficaríamos juntos.

Depois de nos encontrarmos juramos amor tantas vezes, sorrimos juntos, sonhamos, desejamos a felicidade.

A última conversa ecoa dentro de mim me sufocando.

Foram palavras disparadas com uma brutalidade que na hora fiquei em choque.

Eu já li milhares de textos de auto-ajuda e amor próprio. Concordei com todos que falavam que não devemos viver de migalhas e sustentar amores fracassados. Na teoria eles são lindos, mas na prática não funcionam muito bem.

Eu não acho que as pessoas sejam substituídas, tu sabe bem o apego que tenho por cada pessoa que me cerca.

Eu não te culpo por partir, não te culpo por ter essa mente incrível que te leva cada vez mais para frente eu não te culpo por no meio do caminho ter me deixado, ter se perdido de mim.

Eu não quero substituir o que tenho em mim. Nunca pensei que escreveria algo triste sobre nós. Tenho escutado Tiê. Talvez tu não goste das músicas dela, mas tem me feito refletir muito sobre nós.

A admiração por ti, pelo teu trabalho e por essa tua mente brilhante sempre vão existir.

Não torço que tu encontre alguém, seria mentira dizer que estaria feliz com isso… Espero que a vida passe de maneira sutil. Seguir em frente dói, mas ficar parado no tempo é muito pior.

A única certeza é que precisamos seguir um caminho, e o meu será o oposto do teu.

Antes eu transbordava amor, inspiração e sede por ser melhor nessa vida.

Agora segundo as lágrimas e soluços o que transborda é saudade: Do beijo, do cheiro, o som da tua voz.

Toda e qualquer chance de ser melhor, feliz e bem sucedido devemos agarrar bem forte com as duas mãos.

Tudo indica que eu não seja o teu Último Romance, mas essa música (suspiro), essa música sempre vai me levar pra perto de ti.

Comentários

comentários

Nas categorias: Estilo de vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado