Como tudo começou

querido-diario

Entrei para este mundo totalmente novo pra mim por meio de pesquisas sobre cabelo, maquiagem e afins.

Eu procuro muita coisa na internet e sempre achei legal a ideia de alguém dividir comigo o que sabia sobre aquilo que eu estava procurando.

Eu gostava muito de escrever em uma (várias) agenda o que estava acontecendo na gravidez, no casamento e nas nossas famílias. Com a chegada do Arthur o tempo que eu tinha para passar horas rabiscando minhas preciosas folhas se perdeu. Passei um bom tempo sem escrever. Quando voltei com a ideia me sentia idiota por ficar escrevendo tudo ali, ninguém via, não sabiam de nada não tinha como dividir nada com ninguém. Foi ai então que decidi criar o blog.

Ainda não sei muito bem o que devo postar (em relação a privacidade), não quero expor minha família, falo isso pois assim como as pessoas me mandam coisas lindas e gostosas de se ler sobre o blog e minha família sei que vão aparecer criticas muito maldosas, eu aceitarei todas afinal se não soubesse lidar com isso não estaria escrevendo aqui, mas a questão é  que não sei como lidaria com um comentário que envolvesse minha família.

Por que Fala Gorda???

-A ideia inicial era um vlog, onde eu contaria as mesmas coisas que conto aqui no blog, um diário.

Como seria falado então veio o FALA.

Gorda é uma ironia, eu sou magra demais, mas meu sonho é ganhar uns Kgs a mais. E por eu ser uma vareta, como dizem aqui em casa, me chamam de gorda.

Não tenho uma imaginação muito fértil então seria Fala Angel, mas achei sem graça, então resolvi usar meu apelidinho :)

O blog tem um significado muito grande pra mim, eu amo demais meu cantinho, ele assumiu o lugar daqueles meus diários feios e já amarelos pelo tempo.

Não é um super blog, mega conhecido, mas é meu, cheio de amor e carinho. Cada dia que passa tem pessoas novas que o conhecem e tem aquelas que voltam para acompanhar e isso me deixa muito feliz, saber que a cada texto tem alguém ai do outro lado lendo, se divertindo e se emocionando com minhas histórias.

O post é uma ideia do Rotaroots, um grupo do facebook. Esta auto-análise me fez refletir sobre o que eu queria lá no começo do blog e o que eu espero dele agora e tudo que passei neste um ano de blog :)

 

Comentários

comentários

Nas categorias: Aleatorios

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado