Alergia e uso de repelentes

Oi gente, tudo bem com vocês?

Aqui esta tudo indo, hoje vamos compartilhar uma experiência devastadora para mamães de primeira viagem.

Descobrimos recentemente que o Arthur tem alergia a insetos, mas precisamente a formigas. Descobrimos isso de uma maneira não muito legal, ele estava brincando quando pisou em um formigueiro e passou muito, mas muito mal.

Ele sempre ficava com um caroço bem assustador onde os bichinhos mordiam, mas este dia do formigueiro foi bem diferente. Logo após ter pisado, o pé dele inchou e apareceram manchas vermelhas por todo o corpo, ele começou a tossir e ficou com o pescoço com algo que parecia um colar vermelho de bolhas, e os lábios encheram de bolhas também a febre começou em seguida.

Levemos ele à emergência, levou duas injeções e logo se estabilizou. Mas o susto nunca passa, o medo que aconteça novamente sempre nos persegue. Agora precisamos tomar alguns cuidados, que são básicos mas vão fazer muita diferença.

Estamos usando repelentes, pesquisando descobri algumas curiosidades sobre repelentes:

11850947_720242331414221_516280703_n

A cada idade:

Segundo a presidente do Comitê de Dermatologia da Sociedade de Pediatria do Estado do RJ, Ana Mósca, pais devem estar atentos a algumas especificações antes de usar repelente nos pequenos.

0 a 6 meses:

Não deve ser usado repelente. Isole a pele com óleo infantil, que ajuda a evitar que o mosquito identifique o cheiro do suor do bebê. O ideal é deixar a pele oleosa. Use telas de proteção na janela e mantenha ambientes fechados.

6 meses a 2 anos:

O ideal é continuar evitando o repelente. Se houver necessidade, prefira usar o produto na roupa da criança antes de vestí-la. Nesse caso, opte por repelentes à base de termetrina, menos tóxico do que o D.E.E.T.

2 a 7 anos:

Use repelentes com moderação. A concentração deve ser menor do que 10% e o produto só deve ser utilizado em áreas expostas do corpo. O ideal é usar ao entardecer, quando há maior circulação de mosquitos. Aconselha-se no máximo duas vezes por dia.

7 a 12 anos:

Ainda deve ser usado o tipo infantil, mas o uso já é mais liberado. Use até três vezes por dia somente nas áreas expostas do corpo.

A partir dos 12 anos:

Pode ser usado o repelente comum, para adultos. O uso também deve ser de três vezes ao dia no máximo.

Contra insetos em geral:

11830692_720247618080359_1091364854_n

Comentários

comentários

Nas categorias: Filhos

Tags: , ,

2 comentários

Tais

Adorei o teu post!
Tenho três filhos e dois deles são alérgicos a picadas de inseto. Mas nunca tiveram uma crise dessas… Deve ter sido realmente desesperador! Ainda bem que ele está melhor.

Um beijo.

momentosdelucidezenemtanto.blogspot.com.br

Reply
Angel Schneider

Oi Tais, fico muitooo feliz em te ver por aqui :D
Sim, foi muito assustador mesmo, mas agora é só cuidar bastante né…
Teve sorte de com os teus não ser assim, guria da muito medoooo medo ver ele assim.

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado