2016 o ano das mudanças

Dezembro finalmente chegou. Sempre amei final de ano, decorações natalinas e o clima de compaixão.

2016 foi realmente EITHA atrás de EITHA, somos verdadeiros sobreviventes, haha. Se teve um ano que foi difícil, foi esse… Credo.

Mas para nossa alegria ele está terminando e 2017 se aproxima.

Ano novo, vida nova. Parece clichê, mas não é… Esse último ano foi muito importante pra mim, decisões que mudaram o rumo das coisas, acontecimentos magníficos e oportunidades grandiosas.

Conheci muita gente maravilhosa (e doida da cabeça) que fizeram minhas loucuras parecerem normais, lembrei o quanto sou nova e me orgulhei da maturidade.

Fiz tantas coisas que jamais imaginei fazer. Lembro perfeitamente de dizer no dia 1° de Janeiro de 2016: “Esse ano vai ser diferente”. E como foi (está sendo), imagina se todo mundo pudesse e quisesse recomeçar a vida, visse novos rumos e novas oportunidades. É como mágica: a gente fica besta vendo como o mundo gira, como as coisas podem mudar.

O medo do novo, a aflição por estar andando no escuro ainda me persegue. Seria modéstia da minha parte dizer que estou tranquila com tudo que está acontecendo. Mas eu prometi pra mim mesmo que seria um ano bom, diferente, cheio de coisas novas… E FOI.

Eu me senti mais “pé no chão”, mais humana… e vi a grandeza de ser uma pessoa de bem.

Não desejei o mal de ninguém, apenas reciprocidade…Alguns não souberam lidar com isso.

Mudei hábitos, mudei o cabelo e mudei de cidade, e foi maravilhoso! O frio na barriga sempre existe (mostra que tenho sanidade mental ainda, haha) mas consegui dar pequenos passos, mudar pequenas coisas que estavam começando a me incomodar. Conheci SERUMANINHOS de uma luz inexplicável, que me mostraram que nem tudo nesse mundo está perdido, que ainda existem pessoas confiáveis.

Uma das sensações mais maravilhosas que tive nesse mundo foi de ver que meu filho está se tornando um ser humano que acrescentará algo na sociedade, que criamos ele em um ambiente com princípios maravilhosos. Logo mais tem post explicando mais sobre a mudança e sobre o crescimento do Arthur.

 

Comentários

comentários

Nas categorias: Estilo de vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado